• Em nota enviada pela assessoria de comunicação, a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) apresenta sua posição com relação ao Editorial do Portogente, de 4 de novembro último.

  • Em coletiva de imprensa realizada na sequência da reunião, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, comemorou estar "botando para desestatização o maior porto do Hemisfério Sul"

  • O curso, coordenado pela Capitania dos Portos de São Paulo e pelo Corpo de Bombeiros, foi realizado na sede do Grupamento de Bombeiros Marítimo – GBMar, no município do Guarujá, entre 13 e 27 de julho, e contou com aulas teóricas e práticas, englobando fundamentos de propulsão, navegação, estabilidade, sobrevivência a naufrágio, comunicação e legislação aquaviária

  • O embate judicial é estimado em aproximadamente R$ 3 bilhões, referentes à exploração comercial do Terminal 35 do porto santista. A administração da Codesp resolveu não fazer valer as vitórias na Justiça e, "passando o chapéu com o dinheiro alheio", participa de uma nebulosa arbitragem na Câmara de Comércio Brasil-Canadá

  • O diretor-presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), José Alex Oliva, prestigiou, no dia 25 último, no Centro de Treinamento da empresa, a conclusão do curso de Atualização de Agentes de Trânsito, ministrado pela Companhia de Engenharia de Tráfego, da Prefeitura Municipal de Santos, para 20 integrantes da Guarda Portuária.

  • O caso policial que se assistiu no Porto de Santos por conta da investigação pelo Ministério Público Federal (MPF) para apurar a atuação de uma organização criminosa na Codesp, abrange serviços de digitalização de documentos e dragagem

  • Único porto brasileiro entre os 50 melhores do mundo e o mais importante do País, o Porto de Santos recepcionou, no dia 17 último, o secretário Nacional de Portos e Transportes Hidroviário Diogo Piloni com batedores, circunstância e rififi.

  • Mesmo sem ter tido a nomeação publicada, até o dia 16 de janeiro, no Diário Oficial da União, o indicado à diretor-presidente da Companhia Docas de São Paulo (Codesp), Casemiro Tércio Carvalho, já está convocando profissionais para apresentar as situações atuais das gerências e superintendências da empresa. As convocações foram realizadas em email enviado pela assessora da presidência, Renata Paim

  • A Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) está com as inscrições abertas para recebimento de projetos para patrocínios nas áreas de cultura, educação, esporte, social e ambiental, referente ao biênio 2017/2018. O prazo vai até o dia 13 de outubro.

  • O abuso das prerrogativas processuais, ao retardar por tanto tempo o processo, merece análise criteriosa do Ministério Público pelos prejuízos causados ao patrimônio público

  • O presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Administrações Portuários do Estado de São Paulo (Sindaport), Everandy Cirino dos Santos, tão logo soube das demissões no Porto de Santos repudiou a atitude da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp).

  • De forma surpreendente, o anúncio do programa de investimentos nos portos para 2013 inclui os negócios da Libra Terminais no Porto de Santos, no litoral paulista. Trata-se de dinheiro que dão por favas contadas no acordo de substituir a malfadada dívida por investimento. Ora, quem contrariando sentença judicial e favorecendo um inadimplente em prejuízo dos demais operadores portuários, e em desacordo à Constituição, vai arquitetar essa jogada?

  • O Ministério da Infraestrutura garantiu aportes por parte das companhias docas dos Estados de São Paulo (Codesp), do Espírito Santo (Codesa) e da Bahia (Codeba) para dar continuidade ao pagamento dos benefícios. "Os valores estão sendo ultimados e serão divulgados no momento oportuno", explicou a assessoria de imprensa do Ministério e a gerência de Comunicação Corporativa da Autoridade Portuária de Santos

  • Como já sugeriu este Portogente, o capítulo principal dessa novela nebulosa aconteceu em 2011, quando a diretoria da Codesp, na época sob a responsabilidade do diretor Alencar Severino Costa, acabou extinguindo as ações judiciais já ganhas na Justiça Federal e que se encontravam sobre a mesa, aguardando sentença, do Desembargador Federal André Nabarrete. Ou seja, optou por não dar continuidade aos processos, abdicando de uma confortável posição conquistada pelo corpo jurídico da estatal

  • Finalmente, na manhã de ontem, o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, conheceu o Porto de Santos, o mais importante complexo portuário do Hemisfério Sul.

  • No acumulado de 2018, o Porto de Santos atingiu a marca recorde de 133.159.762 toneladas movimentadas, ao superar em 2,5% o recorde anterior, registrado em 2017 (129.865.022 t). Ao longo do ano de 2018 ocorreram 4.853 atracações, patamar semelhante ao registrado em 2017 (4.854)

  • Codesp dispensou licitação sem justificativa para permitir que quatro companhias explorassem linhas férreas no interior do terminal portuário

  • Ação está parada na Justiça Estadual aguardando decisão do STJ; em 2018 companhia se tornou empresa pública federal, devendo ser processada na esfera federal

  • A falta de transparência no caso de arbitragem que irá definir como será resolvida a dívida da Libra Terminais com a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) deixa de cabelos em pé uma sociedade traumatizada por tantas denúncias de corrupção que mancham o sistema político brasileiro

    libra term santos

  • A diretoria da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Autoridade Portuária do Porto de Santos, enviou nota oficial em resposta ao editorial do Portogente publicado, no dia 23 de maio último, com o título "Dragagem emergencial do Porto de Santos: imprópria e prejudicial". Segue a transcrição, na íntegra, do comunicado