• Ainda hoje, a esmagadora maioria dos Terminais de Uso Privado (TUPs) no Brasil trabalham como  “subespécie” de TUPs: os TUPs “dedicados”. Ou seja, aqueles integrantes de uma dada cadeia logística, por sua vez parte integrante de uma cadeia produtiva (mineração, petróleo e gás, celulose etc)

  • Durante discurso realizado na abertura da 17ª Edição do Fórum Nacional para Expansão do Setor Logístico Portuário – Santos Export, em Brasília, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, ressaltou que sua equipe é "fã do modelo landlord", mas está aberta a sugestões voltadas a uma nova natureza para a Autoridade Portuária de Santos que possibilite alcançar eficiência para a exploração de todo o potencial do principal porto do Hemisfério Sul

  • Finalmente, na manhã de ontem, o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, conheceu o Porto de Santos, o mais importante complexo portuário do Hemisfério Sul.

  • De modo geral, os presentes ao debate concordaram ser necessário descentralizar as decisões do setor portuário. A concentração do poder decisório em Brasília esteve presente em vários momentos da vida brasileira e atualmente está agravada pela Lei 12.815/2013. O engenheiro, economista e consultor portuário Frederico Bussinger ressaltou que, desde os tempos do Império, o Brasil é atraído pela "Coroa", tirando autonomia das comunidades instaladas nos complexos portuários