• Operadora logística multimodal, a empresa combina seus produtos de frete aéreo, marítimo e logística para entregar soluções integradas, sob medida e de ponta a ponta

  • O prazo de execução da obra é de 18 meses e será realizado pela empresa vencedora da licitação, o Consórcio B201 (Tucumann e TMSA). O projeto consiste no prolongamento de 100 metros da estrutura civil do berço de atracação 201 e modernização das estruturas dos berços 201 e 202, o que possibilitará o aprofundamento da navegação para 13,70 metros

  • Efetue com agilidade o seu planejamento logístico usando estratégias e ferramentas que irão promover sua logística de forma competente e eficaz

  • Logísticas portuárias que garantam a movimentação eficiente da carga do local de produção aos portos, com o mínimo de resistência para ser entregue no menor tempo e sem perda, é condição determinante da competitividade do produto brasileiro no mercado internacional.

  • O Porto de Porto Alegre é um porto brasileiro, localizado na cidade de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul, na região sul do Brasil. As principais cargas embarcadas são: soja, celulose, bobina de ferro/aço, máquinas e aparelhos elétricos, contêiner cheio, contêiner vazio, petróleo cru, óleo diesel, óleo combustível, benzeno, tolueno e xileno, enquanto as principais cargas importadas são: trigo, sulfatos diversos, fertilizantes fosfatados, fertilizantes potássicos, papel-jornal, fertilizantes nitrogenados, uréia, contêiner cheio, contêiner vazio, nafta, petróleo cru, gasolina comum, propeno e etileno.

    O Porto de Porto Alegre é um porto brasileiro, localizado na cidade de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul, na região sul do Brasil. As principais cargas embarcadas são: soja, celulose, bobina de ferro/aço, máquinas e aparelhos elétricos, contêiner cheio, contêiner vazio, petróleo cru, óleo diesel, óleo combustível, benzeno, tolueno e xileno, enquanto as principais cargas importadas são: trigo, sulfatos diversos, fertilizantes fosfatados, fertilizantes potássicos, papel-jornal, fertilizantes nitrogenados, uréia, contêiner cheio, contêiner vazio, nafta, petróleo cru, gasolina comum, propeno e etileno.

    História

    Os primeiros usos do lago Guaíba como via de transporte se perdem nas origens da cidade. Nos primeiros tempos de Porto Alegre foram sendo construídos sucessivos trapiches, rampas de acesso e pequenas docas de desembarque na região do centro, e que em meados do século XIX chegaram a existir em grande número. As primeiras idéias para a construção de um cais estruturado datam de 1833, quando a Câmara Municipal aprovou um projeto de alinhamento desde a Ponta do Arsenal (onde hoje fica a Usina do Gasômetro) até o Caminho Novo (atual Voluntários da Pátria), com a construção fracionada a cargo dos particulares possuidores dos terrenos na testada do futuro cais. Contudo, este projeto, ambicioso e utópico para

    ...
  • O Porto de Santos (SP) lançou, recentemente, um programa de capacitação ao seu corpo técnico, em diversas áreas afetas à gestão portuária, em parceria com o portal de logística Portogente. Ao ampliar essa iniciativa aos colaboradores da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), em sintonia com os seus interesses, objetivos e estratégias, vai contemplar todo o seu setor portuário. Sem dúvida, um passo inovador e fundamental para a produtividade do capital.

    Portogente é hoje o maior e mais acessado portal de transportes e logística do Brasil, com alcance internacional, e conta com mais de 83 mil alunos inscritos. Seus cursos ministrados online, por meio de plataforma avançada permite ao aluno acesso aos conteúdos, tirar dúvidas, participar de bate-papos e de fóruns, receber orientação e ser avaliado em quaisquer hora e local. Detalhes que fazem a diferença nos dias de hoje.

    O comércio global e a globalização são determinantes de centenas de variáveis, entre as quais a maneira de fazer comércio. Encolher o tamanho do mundo, aumentando a velocidade ou a capacidade dos navios, é um modo de tornar mais ágil a cadeia de suprimentos. Em suma, reduzir ao mínimo o tempo em que o capital de giro fica atrelado a mercadorias em trânsito.

    Aumento dos navios e consequente demanda de maior velocidade dos portos e terminais resultam em pressão nos custos operacionais e dos investimentos. Ante esse cenário de mudanças, a primeira tarefa da administração é definir quais os resultados esperados do empreendimento a seus cuidados.

    A recem empossada diretoria do Porto de Santos ao profissionalizar a gestão da empresa, ao investir na motivação, satisfação e produtividade das pessoas, demonstra que, lembrando Peter Drucker, o meio de produção é o conhecimento. Ao tratar os custos de mão obra como investimento, a Codesp produz resultados para modificar a sociedade. Exemplo de administração a ser seguido.

  • Os principais produtos de importação: barrilha, sulfato de sódio, malte, cevada, trigo, produtos siderúrgicos, máquinas e equipamentos, bobinas de fio de aço e cargas gerais. Exportação: veículos, peças, máquinas e equipamentos, vitualhas, produtos siderúrgicos e cargas gerais

  • Os cursos disponibilizados são gratuitos e online. A plataforma conta com usuários cadastrados em todos os estados brasileiros, além de inscritos em países como Portugal, Estados Unidos, Moçambique e Argentina, entre outros

  • Com foco no potencial logístico de Pernambuco, Recife sediará, em 12 de março, o “Logística & Inovação”, encontro que discutirá, entre outros temas, as possibilidades para que o Complexo Portuário de Suape se torne referência do setor na América Latina.

  • Em vídeo enviado ao WebSummit Arco Norte, produção do Portogente que discute uma logística mais ágil e eficiente do escoamento de carga pelos portos das regiões Norte e Nordeste, o diretor-presidente da Associação dos Terminais Portuários Privados (ATP), Murillo Barbosa, apontou o aumento da profundidade da Barra Norte do Rio Amazonas e a conclusão do asfaltamento da rodovia BR-163 como os principais desafios para melhorar a competitividade logística dos produtores de grãos, em especial os instalados no estado do Mato Grosso

  • O diretor-presidente da Associação dos Usuários dos Portos do Rio de Janeiro (Usuport-RJ), André de Seixas, contribui para os debates do Esquenta WebSummit Portogente falando a respeito da estratégia de atuação da entidade de classe em relação à navegação de cabotagem

  • A feira, a principal do setor na América Latina, é tradicionalmente um palco de lançamento de serviços e tecnologias, absorvendo tendências internacionais e atendendo ao apelo por maior competitividade de seus atuais e potenciais clientes

    panalpina stand

    dhl ferries

  • Na última semana, o governo anunciou a liberação de recursos para o Plano Agrícola e Pecuário de 2017/2018. Entre os programas considerados prioritários estão as linhas de crédito voltadas para armazenagem ligados ao Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) – com recursos de R$ 1,6 bilhões.

  • O Projeto Escola no Porto é uma ferramenta do Porto do Rio Grande para aproximar jovens e adultos ao complexo portuário. Dentro do projeto, escolas públicas e privadas de todo o Estado visitam o cais do Porto Novo a fim de conhecer mais sobre a atividade portuária e dados de um dos maiores portos do Brasil e da América Latina.

  • O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, reunido, nesta quinta-feira (10/01), com o governo estadual de São Paulo, debateu a viabilização do Ferroanel de São Paulo, do projeto do Trem Intercidades e a concessão da rodovia Rio-Santos, no litoral norte do estado paulista

  • Os Freight Forwarders são empresas que, a grosso modo, mandam os fretes (cargas) adiante, fazem acontecer os processos da cadeia logística. Já os NVOCCs são empresas consolidadoras de carga que foram criadas, nos anos 80, pelos próprios armadores que preferiam não se dedicar a consolidar pequenas cargas.

  • O contrato vigente prevê o encerramento da concessão da malha ferroviária paulista à Rumo Logística em dezembro de 2028. O Ministério da Infraestrutura e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) apresentaram proposta de prorrogar antecipadamente o contrato por mais 30 anos. Em contrapartida, a Rumo se comprometeria a realizar obras de ampliação da capacidade do transporte de cargas e de resolução de conflitos urbanos em cidades paulistas que são cortadas pela ferrovia

  • Maior concessionária ferroviária do País, a Rumo começa em 2018 a transportar fertilizantes entre as duas pontas de seu principal corredor de exportação de grãos: o Terminal do Porto de Santos (SP) e o Terminal Multimodal de Rondonópolis (MT).

  • Até quinta-feira (19) grandes players do mercado e profissionais de logística da América Latina se encontrarão na Movimat - Salão Internacional de Logística Integrada, na São Paulo Expo, na capital paulista.

  • Um dos maiores fabricantes mundiais de equipamentos agrícolas e de construção civil, a John Deere é o novo cliente da Santos Brasil. O contrato reforça a expertise logística da Companhia no setor de maquinários e envolve todas as suas operações na Baixada Santista, tanto para exportação quanto para importação de veículos e peças da John Deere.