• Direção de companhias docas estarão instáveis até novo governo

    Nos últimos dias, duas das principais companhias docas brasileiras enfrentaram mudanças abruptas, com a prisão de diretores na Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) e a renúncia do presidente na Companhia Docas do Pará (CDP)

  • Equipe de Bolsonaro é apresentada à infraestrutura de transportes do Brasil

    É preciso atentar para a importância da infraestrutura de transportes para a economia nacional e para a competitividade do Brasil perante às principais nações do planeta. Afinal, o País sofre com gargalos em todas as etapas de distribuição e armazenagem de mercadorias - isso sem contar os graves problemas de mobilidade urbana nas grandes cidades

  • R$ 1,6 bilhão para indústria naval

    Foram aprovados, no dia 24 último, o montante de R$ 1,6 bilhão para financiamento de projetos da indústria naval no país. O valor foi estabelecido durante reunião do Conselho Diretor do Fundo de Marinha Mercante (CDFMM), do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação (MTPA).

  • TUPs terão Porto Sem Papel

    O Porto sem Papel (PSP), implantado a partir de 2011 em 35 portos públicos para desburocratizar os procedimentos de estadia dos navios nos portos brasileiros, passará a beneficiar os Terminais de Uso Privado (TUPs), a começar pelo de Chibatão e Super Terminais, em Manaus (AM).