• Na metade setentrional do Brasil situa-se um potencial logístico há muito e lentamente em desenvolvimento que, desde o início da Transamazônica, alcança finalmente um estágio operacional para conquistar protagonismo e ser modelador da economia nacional.

  • Desde 2015, os portos do Arco Norte já figuram como a segunda maior logística brasileira. Estimativas do Instituto Matogrossense de Agropecuária é que até 2023 o Arco Norte seja responsável por 50% das exportações dos grãos produzidos no Mato Grosso

  • Arco Norte, como é chamada uma das regiões brasileiras de grande potencial logístico portuário, é um desafio político e tanto. O que significa dizer que necessita de uma estratégia de escoamento por mar da produção dos estados de Roraima, Amapá, Amazonas, Pará e Maranhão. Daí o sentido mais estrito da atual denominação Saída Norte.

  • O WebSummit “Arco Norte, Porta para o Mundo” é a mostra no Portogente de uma nova realidade logistica, econômica, ambiental e social do Brasil. Um debate amplo, denso e aberto pela internet sobre o desenvolvimento pujante e sustentável da mais sensível área ecológica do Planeta.