O marketing digital tornou-se uma das metodologias mais usadas por empresas na atualidade. 

Com foco em divulgações e campanhas online, a intenção é converter usuários em novos clientes (os chamados “leads”) e, com isso, aumentar a venda dos empreendimentos.

O sucesso do marketing digital está diretamente relacionado com a crescente presença da internet e a mudança do perfil dos consumidores. 

De acordo com a pesquisa TIC Domicílios, cerca de 70% da população brasileira tem acesso à rede, o que representa mais de 126 milhões de pessoas.

Além disso, o e-commerce (comércio eletrônico) também teve amplo crescimento no Brasil. O setor movimenta mais de R$ 26,4 bilhões todos os anos, tendo um aumento gradativo a cada semestre.

Diante desse cenário, não há como escapar do mundo digital. Por isso, é cada vez mais comum o investimento em estratégias de divulgação online, seja para pequenas empresas de medicina do trabalho, até para grandes multinacionais.

Como o Marketing de Conteúdo pode ajudar nas divulgações online?

O marketing de conteúdo é uma ação estratégica que visa atrair o público por meio do fornecimento de informações, materiais e assuntos de alta relevância, sendo possível engajar os potenciais clientes. 

Dessa maneira, ele atrai, envolve e gera valor para as pessoas, pois o conteúdo não é apenas útil, mas passa uma mensagem certa para um público-alvo específico.

O marketing de conteúdo é uma das principais estratégias dentro do marketing digital, visto que a internet oferece amplas possibilidades de criação de materiais ricos, com facilidade de divulgação. 

Vale ressaltar que o marketing de conteúdo faz parte do Inbound Marketing, que atrai o público sutilmente, ao contrário da publicidade sensacionalista tradicional (Outbound Marketing).

De maneira simples, podemos resumir que:

“O marketing de conteúdo está dentro do Inbound Marketing que é uma estratégia do Marketing Digital”.

Apesar de parecer algo complexo, a prática é bem mais simples. Por exemplo, uma distribuidora de papel de parede pode produzir um vídeo educativo, instruindo o público sobre a instalação de seu produto, ao invés de investir em uma propaganda apelativa e agressiva.

Como resultado, o público se sente informado sobre algo, sem ter que dar nada em troca. Isso cria uma relação de fidelidade e proximidade, sendo mais fácil engajar os usuários e transformá-los em leads.

A estratégia é tão eficiente que mais de 70% das empresas brasileiras já adotam o marketing de conteúdo.

Além de atrair o público para a sua empresa de modo assertivo, a produção de conteúdo relevante também tem outras vantagens, entre as quais:

  • Aumenta as chances de concretização de venda;

  • Amplia a presença da sua marca no mercado;

  • Oferece visibilidade da empresa no mundo online;

  • Educa o consumidor para entender mais sobre o produto/serviço.

O marketing de conteúdo também cria uma relação direta da empresa com o público. Ao oferecer informações relevantes, os usuários sentem que podem contar com a autoridade do seu negócio para sanar dúvidas.

Como consequência, isso cria uma demanda, que pode influenciar diretamente nas vendas dos serviços.

Por exemplo, uma empresa dedetizadora pode informar os usuários sobre o perigo da presença de ratos e baratas em uma residência, incluindo a propagação de doenças.

Com isso, pessoas que sofrem com essas pragas sentem confiança no conteúdo divulgado e podem entrar em contato com a empresa para fechar um negócio.

Outra vantagem é o preço. Geralmente, o investimento em marketing de conteúdo custa 62% menos do que em estratégias de marketing tradicional, além de gerar 3 vezes mais leads. 

Isso faz com que até empreendimentos com poucos recursos financeiros, como uma clínica popular, consiga aumentar o lucro com a produção de conteúdo, tendo mais eficiência na divulgação de seus serviços.

As taxas de conversão dos usuários também são altas. O marketing de conteúdo consegue atrair 6 vezes mais leads do que estratégias que não utilizam a produção de informações relevantes (a porcentagem é de 2,9% contra 0,5%).

Diante de todos esses benefícios, separamos algumas dicas de como usar o marketing de conteúdo na sua plataforma digital, para colaborar com a lucratividade da sua empresa. Confira abaixo!

Dicas de marketing de conteúdo para a sua plataforma

Antes de mais nada, o planejamento em marketing de conteúdo depende diretamente da definição do público-alvo. 

Afinal, escrever uma informação sobre pintura epoxica, por exemplo, tem que interessar indústrias que procuram por esse serviço, de maneira assertiva e objetiva.

Por essa razão, toda estratégia de marketing de conteúdo precisa levar em conta o perfil médio dos principais clientes. 

Para isso, recomenda-se que a empresa realize uma pesquisa de mercado e, assim, defina as principais características do seu público.

Feito isso, é possível investir em ações na plataforma da empresa para a conversão de leads.

01: Tenha um blog dentro do seu website

Os blogs são ótimos canais para a divulgação de conteúdo. O ideal é que eles estejam em uma repartição do website da empresa, para que você produza materiais atrativos, explicativos e educativos aos usuários.

Imagine que a sua empresa venda impressora de código de barras. O seu blog pode conter um texto falando sobre a origem das etiquetas, a importância do código de barras para os processos logísticos e outras curiosidades sobre o tema.

Assim, quando o usuário busca pelo tema, pode encontrar o seu texto/blog e indiretamente ser conduzido para o site da empresa.

02: Diversifique o conteúdo

A produção de conteúdo não significa somente a elaboração de textos. Aliás, é recomendável diversificar formatos, com o uso de imagens, vídeos, animações, gráficos, entre outros recursos.

Isso torna o material ainda mais atrativo aos usuários, além de possibilitar a inserção em outras plataformas, como as redes sociais.

Por exemplo, ao invés de escrever um texto científico sobre um relatório de impacto ambiental, talvez seja mais atrativo a produção de um infográfico interativo.

Assim, a empresa pode publicar a informação não só na plataforma/blog, mas também no Facebook, para que mais pessoas possam consumir o conteúdo.

03: Invista em técnicas SEO

O SEO (Search Engine Optimization) é uma das técnicas mais usadas dentro do marketing de conteúdo.

Resumidamente, ele consiste na otimização para os mecanismos de busca, isto é, o uso de palavras-chave específicas, em uma determinada quantidade de vezes, que permite ampliar a visibilidade nos buscadores, como o Google.

Assim, o site/blog da sua empresa pode aparecer nas primeiras páginas dos mecanismos de busca, o que gera autoridade para a empresa e melhores chances de conversão de usuários.

04: Tenha uma plataforma responsiva

Cerca de 71 milhões de brasileiros acessam a internet somente pelo celular. Isso representa 56% dos 126 milhões de usuários, uma porcentagem bastante significativa e que diz muito sobre o comportamento dos consumidores digitais.

Por essa razão, é fundamental que a sua plataforma tenha responsividade, ou seja, ofereça uma boa navegação pelos dispositivos móveis. 

Afinal, os usuários dão preferência para websites e blogs que podem ser acessados pelos celulares, de modo fácil e rápido, do que para plataformas pesadas e com carregamento lento.

Isso influencia diretamente na produção de conteúdo, visto que os materiais também devem ser responsivos.

Afinal, os usuários podem desistir de ver um vídeo que não tem um formato apto para o celular, ou não baixar algum material com acesso somente pelo computador. 

Ou seja, além de pensar no próprio conteúdo, o marketing também deve atenção à tecnologia.

05: Aprofunde os conteúdos e informações

Por tratar de um público muito grande, além da própria diversidade dos usuários, é recomendável criar conteúdos mais aprofundados, especialmente para pessoas que desejam saber mais sobre o seu produto e/ou serviço.

Por exemplo, um consultório pode fornecer um kit acadêmico odontológico para os leads que demonstraram interesse, ou para usuários que se cadastraram na lista de e-mails da empresa.

O aprofundamento de informações está em consonância com um dos objetivos do marketing digital, que é justamente educar o público para conhecer mais sobre o seu produto e/ou serviço.

Ademais, a estratégia também permite fidelizar os clientes, pois eles recebem novos conteúdos atualizados.

Uma das formas mais eficientes - e muito usada pelas empresas - é a produção de e-books. Como o próprio nome já diz, o material é uma espécie de livro eletrônico, com informações pertinentes e de maior abrangência sobre a temática. 

Os e-books podem ser fornecidos por meio do e-mail marketing, ou diretamente na plataforma da empresa, a partir de um botão de download.

É interessante que as empresas peçam um contato de e-mail aos usuários, em troca do e-book, para o cadastramento dos leitores na plataforma.

Dessa maneira, é possível enviar outros materiais via e-mail, mantendo um relacionamento próximo com os potenciais clientes.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente