Com a enorme quantidade de informações sobre alimentação saudável que existem hoje em dia, cada vez mais pessoas buscam aprender como se alimentar melhor.

Sendo que muitas delas não querem começar uma “dieta radical” nem nada do tipo.

Em vez disso, elas querem conhecer as trocas saudáveis que podem fazer no dia a dia para ter melhoras de saúde.

Sem ter muito sofrimento ou prejuízo de sabor com isso.

Nesse contexto, muitas pessoas pensam que uma troca válida seria a da batata comum (ou batata inglesa) pela batata doce.

Mas será mesmo que essa é uma boa troca?

Vamos ver os nutrientes de cada um destes alimentos para responder.

Nutrientes Da Batata Comum E Da Batata Doce

Segundo a Tabela TACO, desenvolvida por pesquisadores da UNICAMP, 100g de batata comum ou batata inglesa cozida contém:

● Energia: 52 kcal

● Proteína: 1.2g

● Gordura: 0g

● Carboidrato: 11.9g

● Fibra: 1.3g

Ainda de acordo com a mesma tabela, 100g de batata doce cozida contém:

● Energia: 77 kcal

● Proteína: 0.6g

● Gordura: 0.1g

● Carboidrato: 18.4g

● Fibra: 2.2g

Comparando as duas, vemos que a batata doce tem mais energia, mais carboidratos, menos proteína, e mais fibra.

Mas sabe o que isso significa na prática?

Nada.

Porque os dois alimentos têm um perfil nutricional praticamente igual.

Batata E Batata Doce: Troca útil ou inútil?

Isto significa que ambas as batatas são pouco processada, como a natureza nos dá.

Também são alimentos compostos principalmente por carboidratos, com relativamente pouca proteína, pouca fibra, e praticamente nada de gordura.

E, embora seja mais fácil encaixar a variedade com menos carboidratos numa dieta low-carb, por exemplo, ambas as variedades já serão mais difíceis de encaixar numa dieta cetogênica.

Para que a quantidade de energia e carboidratos dentre as duas variedades de batata fizesse uma diferença significativa na sua vida, você teria de comer múltiplas centenas de gramas de batata por dia.

Isto é: se você comesse 1kg de batata doce por dia, poderia haver alguma diferença em trocar pela batata comum.

Se é para comer aqui e ali, de vez em quando, simplesmente não vale a pena o esforço.

Se quer trocar por alimentos realmente menos calóricos e com menos carboidratos, você pode optar por outras folhas e legumes, como:

● Abobrinha,

● Alface,

● Brócolis,

● Couve,

● Espinafre,

● Pepino,

● Rúcula,

Dentre outros.

Aí sim você vai ter uma mudança significativa de aporte energético na sua alimentação.

E não fazendo trocas como “batata por batata doce” ou vice-versa.

Nem “arroz branco por arroz integral”.

Ou “feijão carioca por feijão preto”.

Portanto, em vez de focar suas energias nisso, foque em analisar sua alimentação como um todo.

E possivelmente remover o excesso de alimentos pouco nutritivos, e que não são naturais.

Isso inclui:

● Açúcar,

● Batata frita,

● Bebidas alcoólicas em excesso,

● Fast food em geral,

● Lasanhas e refeições congeladas,

● Óleos vegetais refinados (canola, milho, soja)

● Pizza,

● Refrigerante,

● Sorvete,

Dentre outros.

Porque reduzir a frequência e a quantidade desses alimentos por alternativas mais saudáveis é que vai sim fazer uma grande diferença nos seus resultados de emagrecimento e saúde.

E não trocar uma batata por outra.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*Todo o conteúdo contido neste artigo é de responsabilidade de seu autor, não passa por filtros e não reflete necessariamente a posição editorial do Portogente.

O que você achou? Comente