O ano de 2020 acaba de começar e já dá sinais de que será um ano acelerado. Assim classifica o CEO da EximiaCo, Elemar Júnior. Por exemplo: a Tesla ultrapassou o valor de mercado das americanas GM e Ford juntas, fazendo, inclusive, com que o CEO de outra gigante, a alemã Volkswagen, se pronunciasse indicando que é necessário recuperar o tempo perdido. Afinal, segundo ele, para atender aos anseios dos investidores não basta excelência na produção de automóveis, é necessário ter tecnologia como competência central.

IA Pg

Leia também
Tecnologia de reconhecimento facial traz preocupação

Ou seja, cada vez mais iniciativas de transformação digital parecem estar deixando as discussões de planejamento estratégico e ganhando espaço no dia a dia de boa parte das organizações. O executivo cita que o IDC (empresa de análise e consultoria de mercado) aponta que, em 2021, "os gastos com nuvem vão ultrapassar o montante dos 530 bilhões de dólares. Tudo isso, permitindo a conexão entre pessoas, dados e processos de maneira inédita". Por isso, ele garante: "2020 deverá ser o ano em que os benefícios da inovação digital - incluindo a indústria 4.0, inteligência de dados e outras evidências de transformação - devem transbordar as fronteiras das grandes empresas e ocupar as agendas de organizações de todos os portes atuações. Nunca, planejamento e execução eficiente foram tão vitais. Nunca priorizar foi tão importante."

Leia ainda
Fedor: o robô guerreiro e espacial

Segundo ele, as inteligências artificiais, ainda vistas por muitos como parte de obras de ficção, estão se popularizando. As assistentes pessoais, nos celulares, estão ficando cada vez mais úteis. Além disso, já é possível perceber claramente a utilização da tecnologia em serviços de atendimento ao consumidor, análise e prescrição. Parece que o mercado aprendeu a obter valor tangível desta novidade e está ansioso em ampliar seu uso.

Artigo | Nathan Yole
Automação e inteligência artificial no mercado B2B de crédito

A conectividade também está avançando a passos largos. As redes 5G devem ser a próxima grande novidade entre os dispositivos móveis e têm potencial para redefinir a forma como transmitimos informações. Velocidades sem precedentes abrirão possibilidades para construção de novas soluções tecnológicas realmente inovadoras.

Artigo | Gabriel Dias
A Internet das Coisas sem limites

Elemar Júnior avisa: "Modelos de negócios exponenciais, tão associados à capacidade de processamento, armazenamento e conectividade, que há décadas crescem excepcionalmente, devem se proliferar e exigir revisões, cada vez em menos tempo, das nossas regulações e da forma como gerenciamos nossas empresas e carreiras. No passado recente, acompanhamos o embate entre aplicativos de mobilidade urbana e serviços tradicionais, como os táxis por exemplo. Empresas modernas são, cada vez mais, empresas de software. Nunca ficou tão evidente a necessidade de método e metas. Por um lado, é necessário aproveitar os easy wins rapidamente. Mas, não é responsável adotar postura apenas reativa."

 

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente