Nada do que foi será.
De novo do jeito que já foi um dia
Tudo passa, tudo sempre passará
Música de Lulu Santos

Dad 11JUL2020A pandomia da covid19 vai passar. O cenário de ruas quase desertas e lojas fechadas vai voltar a ter movimento e o comércio funcionando. Em algumas cidades do Hemisfério Norte, com a chegada do verão e não se constatando mais sinais de epidemia, já se percebe uma volta à normalidade. Entretanto, percebe-se que o mundo ali não será mais como antes. 

Notícias corporativas
Aumenta número de robôs: mercado de automação tem alta mundial

Em reportagem no site da BBC há uma análise dessa nova realidade. Inclusive questionando o papel que desempenha hoje a cidade inteligente. Na medida que precisa ampliar a sua função de coleta e processamento de dados e focar o aspecto social. Convenhamos, um desafio complexo. Todavia, essa análise não é excludente, pelo contrário, trata do ir além disso que se assiste.

Artigo | João Guilherme Vargas Neto 
Derretendo o iceberg

Quem conheceu o papel tão útil do cão robô nas praças de Singapura cuidando e avisando as pessoas para manter distanciamento social. Assim como a importância dos robôs desinfetando ambientes expostos à contaminação. O valor dos drones que evitaram a transmissão do coronavírus e garantiram entregas seguras aos hospitais. A comunicação entre familiares através de robôs tornou quarentenas menos isoladas e sofridas.

Notícias corporativas 
O que as três cidades mais inteligentes do País têm em comum?

O fato da vídeo conferência ter se mostrado eficaz e o desempenho nos home-office – escritórios residências – se mostrarem excelentes, estabeleceu um novo paradigma operacional. Parece que vivemos a mais rápida e profunda mudança de Era da história do mundo. Fica a dúvida se também não será o preço mais alto que se pagou, com uma guerra de tantas vidas perdidas. 

Artigo | Wanderson Leite 
Coronavírus: a rotina em home office?

Nessa volta ao normal, que será diferente do que era, a relação humanos-máquina vai ser um novo desafio e nova ameaça. Atribuir funções comportamentais e sociais à máquina, ou seja capacidade de decidir, inclui o bem e o mal. Difícil prever até onde é possível ter filtros perfeitos e insuperáveis para a maldade.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente