Nesta semana em que é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente, dia 5 de junho, o Porto de Paranaguá, no litoral paranaense, comemora a marca de 58.717 ações para controle e monitoramento ambiental. Desde 2013, quando o Porto obteve a sua licença de operação, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) já investiu cerca de R$ 70 milhões no setor. As ações incluem estudos ambientais, planos de emergência, tratamento de efluentes, coleta e destinação de resíduos sólidos, varrição de ruas e avenidas, recuperação de passivos ambientais, gerenciamento de emissões atmosféricas e de ruídos, gerenciamento de água de lastro dos navios e educação ambiental.

De acordo com o diretor-presidente da Appa, Lourenço Fregonese, estes investimentos fizeram com que o Porto de Paranaguá saltasse da 26ª posição, em 2012, no Índice de Desempenho Ambiental da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), para a 1ª colocação, em 2017, em qualidade de serviços ambientais. “Nesta data temos muito o que comemorar. Passamos de um porto embargado e autuado em 2010 para um porto com mais de 30 licenças ambientais e exemplo nacional de conservação do meio ambiente”.

ambiental acoes paranagua

O diretor de Meio Ambiente da Appa, Bruno da Silveira Guimaraes, explica que o monitoramento e a avaliação ambiental permanentes auxiliam na tomada de decisões corretivas e preventivas para a manutenção da qualidade ambiental portuária. “É um trabalho com milhares de registros, dezenas de monitoramentos, centenas de relatórios gerados. São mais de 18 mil notificações em apenas um ano e que ajudaram o porto a ter um diagnóstico mais preciso da sua atuação ambiental e da evolução deste trabalho”.

Água e fauna - Os portos do Paraná promoveram 17 campanhas para monitoramento da água. A coleta e análise é feita em 30 pontos da Baía de Paranaguá. Também foram realizadas 17 campanhas de monitoramento de sedimento e biota, 29 campanhas de avifauna e 44.032 monitoramentos de desembarque pesqueiro. “O envolvimento dos pescadores está possibilitando monitorar e quantificar a pesca nas baías de Paranaguá e Antonina”, destaca o diretor de Meio Ambiente da Appa.

O Programa de Monitoramento de Carcinofauna registrou 20 espécies de siris e caranguejos nos ecossistemas de manguezais nos arredores dos Portos do Paraná. Já o Programa de avifauna – que identifica e acompanha as aves que habitam a região – auxilia a compreensão do processo de migração e a manutenção da qualidade local para as aves litorâneas.

As informações são da Agência de Notícias do Paraná.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s