O caos logístico deflagrado pelo quarto dia da greve dos caminhoneiros - e que hoje passaram a contar com apoio de motoboys, pescadores e motoristas particulares, entre outras categorias - já desabastece vários setores da indústria brasileira, como o têxtil.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Fernando Pimentel, anunciou que "os fabricantes do setor já se deparam com a falta de matéria-prima para produzir". Segundo ele, "nota-se o início do desabastecimento em numerosos setores e a população brasileira, já premida por sequelas ainda fortes da grave crise econômica, não pode ser apenada por um colapso da logística, dos transportes e da falta de produtos".

abit fernandopimentel

As informações são do site do El País Brasil.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente