Furnas estará na 22ª edição da Conferência Mundial de Energia do Hidrogênio, entre os dias 18 e 20 de junho, das 9h às 18h, no Centro de Convenções do Hotel Windsor Barra, na Barra da Tijuca. Desta vez, o Brasil foi escolhido para sediar o evento por ser um dos principais países do mundo a utilizar energia renovável em larga escala. Na ocasião, a área de Pesquisa & Desenvolvimento + Inovação (P&D + I) da companhia apresentará dois projetos em seu estande: um sobre a primeira usina termoquímica de geração de energia (UTGE) a partir de resíduos sólidos urbanos do Brasil, e o segundo com foco no armazenamento de energia.

Furnas

O modelo da UTGE será exposto por meio de uma maquete com a indicação das etapas do processo de geração de energia através de aproveitamento energético de resíduos sólidos urbanos. O projeto está sendo construído em um terreno 7.800m², em Boa Esperança (Minas Gerais), e a perspectiva é de que a operação comece em julho de 2019. Furnas estima que haverá geração de 1MW, o que corresponde a 25% de toda energia elétrica utilizada no município. A tecnologia em desenvolvimento usará a gaseificação a leito fluidizado, processo inovador com tecnologia 100% nacional. Além de dar destino aos resíduos sólidos urbanos com taxa de poluentes muito baixa, há ainda geração de energia elétrica por meio do gás produzido.

O Sistema Hidrossolar com Apoio em Sistemas de Armazenamento, projeto de armazenamento de energia, será explicado por um técnico durante o evento. Trata-se de proposta de Furnas aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), com data limite de conclusão prevista para maio de 2021. Com base em uma experiência que já vem sendo desenvolvida no Brasil, está prevista a instalação de painéis fotovoltaicos flutuantes em reservatórios de usinas hidrelétricas para conversão da irradiação solar em energia elétrica. A proposta da empresa espera que a energia elétrica produzida por uma usina solar que vai ser instalada no reservatório da hidrelétrica de Itumbiara (Goiás) seja armazenada em baterias eletroquímicas de alto desempenho. Em um segundo momento, também está previsto o armazenamento de hidrogênio, que será obtido por meio da eletrólise da água.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s