Se há um grupo que tem surfado com facilidade pela economia compartilhada, vislumbrando um futuro promissor pela frente, esse conjunto é o das startups.

Essas empresas de tecnologia focadas na venda, troca, empréstimo, aluguel e repasse de produtos e serviços por meio de aplicativos estão entre as que mais crescem no país e, atualmente, aquelas que tem uma das avaliações mais positivas entre os usuários.

Start UPImagem: Freepik.

Dados de um estudo realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que 79% dos brasileiros acreditam que o compartilhamento de bens, típico deste tipo de economia, torna a vida suas vidas mais fáceis e funcionais.

Entre os entrevistados, 68% imaginam que estarão participando de algum tipo de consumo colaborativo nos próximos dois anos. Muitos desses serviços são possíveis no Brasil devido ao desenvolvimento de startups.

Em termos gerais, a economia compartilhada é um ramo da atividade econômica que aposta no compartilhamento de produtos e serviços, com a intenção de causar menos impacto no meio ambiente, aproveitar melhor o potencial daquilo que o planeta já dispõe e gerir o consumo de forma mais consciente e sustentável.

Aliada à preocupação com o futuro, a economia compartilhada realizada pelas startups visa a solucionar problemas do dia a dia de forma rápida, facilitada e sem muita burocracia.

Vejamos como algumas startups brasileiras trabalham por esses objetivos.

MaxMilhas
A MaxMilhas é uma startup fundada em 2013, com o objetivo de permitir a quem não participa de programas de milhagem das companhias aéreas comprar passagens aéreas usando milhas de outras pessoas, aproveitando os preços promocionais.

A empresa une quem tem milhas sobrando a quem quer viajar por menos, negociando, até o momento, já emitiu mais de 6 milhões de passagens.

A empresa permite ganho de dois lados: compradores de milhas economizam ao comprar passagens aéreas a preços promocionais; ao mesmo tempo, vendedores obtêm renda extra, vendendo pontos acumulados dos quais dispõem e não vão usar.

Além disso, a plataforma é absolutamente segura e confiável. No Reclame Aqui, a MaxMilhas é dona do Selo RA 1000 de atendimento ao cliente.

DogHero
Fundada em 2014, a DogHero une pessoas que amam cuidar de animais de estimação a donos de pets que precisam de alguma ajuda no dia a dia.

Por meio da plataforma é possível oferecer hospedagem, creche e passeios a cães em mais de 700 cidades brasileiras.

Atualmente, mais de 800 mil cachorros estão cadastrados na plataforma, que opera em desktop e também por aplicativo.

Grin
O Grin é um aplicativo de compartilhamento de bicicletas e patinetes elétricos presente em algumas cidades brasileiras, como Rio de Janeiro, São Paulo, Florianópolis, Curitiba, Porto Alegre e Santos.

A startup fundiu-se com a Yellow, criada em 2018 pela 99Táxis, que chegou a disponibilizar mais de 20 mil bicicletas para aluguel na capital paulista.

A vantagem é que patinetes, scooters e bicicletas podem ser usadas e deixadas em qualquer lugar, prontas para o próximo cliente.

Tem Açúcar?
Focado no empréstimo de produtos de casa, o Tem Açúcar? foi inspirado no antigo hábito de se pedir uma xícara de açúcar na porta do vizinho.

Quem tem uma furadeira, um escada, um carrinho de bebê ou até wi-fi e quiser compartilhar com o vizinho, cadastra-se no aplicativo e espera os vizinhos desprevenidos baterem à porta.

Se você precisa de alguma coisa que seu vizinho certamente tem, também é só entrar no app e pedir emprestado.

O objetivo é reduzir o consumo desnecessário - para que comprar uma caixa de ferramentas se seu vizinho tem? - e aumentar a interação entre pessoas que vivem perto, criando uma rede de amizades, respeito, empatia e de autoproteção mútua.

Moobie
O Moobie é um aplicativo de aluguel de carros de pessoa para pessoa, o que significa compartilhamento de veículo, sem necessidade de recorrer uma locadora de carros.

Quem quer alugar um carro, acessa o aplicativo, escolhe um veículo e aluga. Quem tem um carro disponível e quer anunciar para locação, entra no app, define o valor da diária e aguarda uma proposta.

As viagens são seguradas pela Liberty ou pela Sulamérica Auto. O seguro pessoal do carro de quem anuncia nunca é acionado, o que significa zero prejuízo para o dono do veículo.

A pouca burocracia - tudo é feito pelo app - é a principal vantagem da startup, que só tem aumentado seu raio de operação para novas cidades brasileiras.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s