A vida de nômade digital tornou-se uma opção para quem deseja trabalhar sem ficar preso à rotina de um escritório. Porém, algumas dificuldades podem surgir na vida dos aspirantes a nômade: a falta de uma renda fixa e a necessidade de expandir sua clientela são dois dos principais fatores que podem levar algumas pessoas a desistirem desse estilo de vida.

Raiam SantosRaiam Santos, em Moscou. Crédito: Viktoriya Karpova. 

Raiam Santos - escritor e nômade digital que já passou por mais de 102 países e fala sete idiomas – dá dicas de relacionamento e networking que abrem portas para novos contatos e ajudam na criação de uma rede de relacionamento que ultrapasse sua geolocalização – essencial para quem deseja levar a vida como nômade.

1-Procure por uma comunidade de expatriados

O idioma pode ser um dos maiores obstáculos para a construção de uma rede profissional como nômade digital quando você está em um país que não fala inglês. Porém, é possível resolver esse problema entrando em contato com a comunidade de expatriados.

Expatriados são indivíduos que residem em outro país, mas que não renunciaram à cidadania original. Uma maneira fácil de localizá-los é através das redes sociais. A maioria se organiza em grupos que realizam encontros e permitem que você se conecte com outras pessoas de forma pessoal. Isso o ajudará na adaptação em uma nova comunidade.

2-Encontre uma comunidade digital de nômades

A internet está repleta de comunidades nômades digitais que permitem que você se de inspiração durante suas viagens. Entre as comunidades mais interessantes estão a Digital Nomads on Reddit; a Nomad List - Nomad List é uma das maiores e mais antigas comunidades nômades digitais da web; e a Digital Nomad Girls, a primeira plataforma inteiramente dedicada às mulheres no reino nômade digital, a Digital Nomad Girls oferece dicas de viagens e oportunidades para conhecer garotas independentes em todo o mundo.

3-Não descarte a possibilidade de se hospedar em um hostel

Além de ser uma forma de economizar dinheiro, em um hostel é possível conhecer pessoas interessantes de todos os lugares do mundo. Você pode interagir com outras pessoas em um nível social ou profissional. Esta é uma dica vital e econômica para nômades digitais com pouca renda ou para aqueles que ainda procuram expandir sua base de clientes durante as viagens.

4- Participe de seminários e conferências de trabalho

Se você estiver no lugar certo na hora certa, ou se estiver pronto para ir para o seu próximo destino d, seminários e conferências de trabalho são excelentes lugares para fazer contatos.

A melhor parte de participar desses seminários é que você está cercado por outras pessoas que querem crescer um negócio e precisam de outras pessoas para atingir seus objetivos.

5-Saber Inglês não é mais o diferencial, mas sim o básico.

Os contatos mais “quentes” falam Inglês fluente. Já morei na Ucrânia, atualmente estou na Rússia e quem tem algo a te oferecer fala essa língua. O inglês abre portas para se comunicar no exterior, além de proporcionar mais possibilidades de se fechar um trabalho.

6-Pense no que você tem a oferecer,compartilhe conhecimento

A dinâmica pode parecer estranha, mas se alguém com influência estiver dando um conselho ou ajudando com um contato, o que você pode oferecer em troca? Além de um simples agradecimento, diga como o conselho o ajudou, se a pessoa recomendou um livro, diga o que aprendeu com ele. Caso você tenha uma conversa produtiva com alguém com quem essa pessoa o colocou em contato, informe-o.

Sempre inclua pessoas com as quais você pode colaborar em sua rede. Você pode conectar dois amigos com um interesse comum e assim tornar-se também uma referência quando o assunto for networking.

7-Linkedin é uma das maiores ferramentas de networking

Uma pesquisa realizada no LinkedIn, em 2016, indicou que 85% de seus usuários encontraram emprego por meio do networking. Isso faz sentido porque muitas pessoas usam o LinkedIn como recurso de recrutamento. Os números do mundo offline são muito menores.

8-Procure morar em países com o PIB alto

EUA, China, Japão e Alemanha. Esses são os países com os quatro maiores PIBs do mundo, comece por um desses. Eles vão te oferecer melhores oportunidades de contatos e assim você cria uma rede de relacionamento com os mais influentes do mundo.

9- Faça networking através de conferências virtuais

Obter a lista de participantes pode não ser fácil, mas você pode procurar quem ministrou os painéis e palestras assim como os nomes de suas empresas.

Considere enviar um e-mail para essas pessoas após o evento, faça algumas perguntas ou ofereça feedback. Pergunte se eles estariam dispostos a falar com você para fazer um brainstorm sobre indivíduos e empresas na área que você almeja. Arrisque-se e coloque-se lá fora - o pior que pode acontecer é eles falarem não.

Por fim, considere como você pode agregar valor a uma conferência - se você ou um de seus clientes participar de uma sessão ou painel, isso poderá abrir novas oportunidades para expandir sua rede.

Criar e manter relacionamentos virtuais agora é fundamental para manter a saúde mental, bem como o sucesso dos negócios. Líderes, você pode ajudar incentivando os funcionários a participarem de eventos de networking online, webinars e salas de bate-papo em grupos não especificamente relacionados às suas funções.relacione com outros profissionais, expanda seus círculos sociais e encontre fontes

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente