Os dirigentes e associados da ATP (Associação de Terminais Portuários Privados) se reuniram nesta sexta-feira (30/7) com a nova Diretora da Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), Flávia Takafashi, para apresentar as frentes de trabalho da associação e preocupações do setor portuário privado.

600 Portos

A Presidente do Conselho da ATP, Patrícia Lascosque, elogiou a abertura com a agência reguladora para o "diálogo aberto e franco" no sentido de contribuir e discutir políticas públicas. "Precisamos fazer as coisas avançarem em um ambiente com segurança jurídica que garanta investimentos das empresas", reforçou.

Durante a reunião, o Diretor-Presidente da ATP, Murillo Barbosa, levantou temas da agenda regulatória que merecem atenção e debate. Entre eles, a inspeção não invasiva de contêineres, o tabelamento de preços e a metodologia para avaliar abusividade de preços. "Somos favoráveis ao controle da abusividade, mas não a um mecanismo que regule à atividade".

A Diretora da Antaq disse reconhecer o "apetite" do setor portuário para investir e informou que irá se debruçar em temas sensíveis da agenda regulatória a serem discutidos. "Para regular temos que ter objetivos e entender o alcance e poder da regulação. Temos um mercado que quer e precisa atrair mais investimentos. Temos que dar condições regulatórias ao mercado para crescer. Por isso, o debate constante é necessário", avaliou Flávia.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente