Até 2020, 44 práticas sustentáveis deverão ser introduzidas pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). A primeira delas será ainda em janeiro, com a adoção de uso de copos reutilizáveis (acrílico) em lugar de descartáveis.

    Imagem

Leia também - WebSummit 2018 Porto Sustentável

Cerca de 4,7 mil copos descartáveis por dia são usados nas dependências da empresa em Brasília (DF), que somam 117 mil unidades por mês com um custo de R$ 36 mil ao ano. Estima-se que, em doze meses, a substituição gere uma economia de mais de R$ 30 mil.

Entre as ações ambientais previstas para serem executadas em dois anos está a elaboração do Guia de Compras Sustentáveis para incluir requisitos de sustentabilidade nas aquisições de materiais e serviços - como obriga a Lei das Estatais (Lei 13.303/2016). A racionalização no uso de recursos naturais e mudança de tecnologias também estão programadas.

A Rede Infraero já providenciou a redução de uso do papel e cartucho para impressões, substituição de lâmpadas fluorescentes por LED (Light Emitting Diode) em aeroportos, implantação de sistemas de energia solar fotovoltaica, aproveitamento da água da chuva para uso em sanitários e testes dos Caminhões de Combate ao Incêndio (CCIs), além de coleta seletiva.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s