O frete aéreo pode ser livremente estipulado pelas transportadoras aéreas, mas deve seguir o limite de tarifa máxima estipulado pela IATA.

O frete aéreo será estabelecido de acordo com a empresa prestadora do serviço, seguindo a livre concorrência, porém, com um limite máximo determinado pela IATA.

Aprenda mais sobre como o frete é a calculado neste texto.


Transporte Aéreo

O transporte aéreo possui algumas vantagens sobre o marítimo, mas isso depende do tipo de carga que será transportada. O modal aéreo será o ideal para cargas com menor volume e muito valiosas, as cargas altamente perecíveis e que necessitem de maior rapidez para chegar ao seu destino.

Na hora de escolher o modal que transportará a carga, leva-se em consideração a distância da movimentação, os possíveis danos a carga, a velocidade da entrega, a flexibilidade da rota e o custo do serviço.

O modal aéreo é o ideal quando se trata transporte de mercadoria perecível, remessa de amostras, brindes, bagagem desacompanhada, partes e peças de reposição, mercadoria perecível, animais, etc. Isso porque ele é mais rápido e seguro, além de possuir menores os custos com seguro, estocagem e embalagem.

O frete aéreo normalmente é composto apenas pelo transporte da carga entre os aeroportos, não englobando outras despesas existentes antes do seu recebimento da mercadoria e após sua chegada ao aeroporto de destino. As empresas aéreas podem estipular o valor do frete livremente, seguindo as regras da livre concorrência, porém, a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) fixa fretes máximos que deve ser seguido pelas aéreas.

Tarifas Aéreas

Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) estipula tarifas a serem aplicadas por todas as empresas aéreas como limite para o frete aéreo. Essas tarifas são baseadas na rota, no trafego e custos, que uma viagem pode ter. São elas:

Tarifa mínima: É um valor mínimo que será cobrado pela carga cujo valor de frete após ser calculado pelas demais tabelas não alcancem o frete mínimo estabelecido. Essa tabela é estipulada pela empresa aérea e não pela IATA.

Tarifa Geral: Aplicada na maioria das cargas, possui uma divisão em cinco faixas de peso, onde quanto maior for o peso menor será o frete. As faixas são divididas em até 45kg, 100 kg, 300 kg, 500 kg e acima de 500 kg. Algumas empresas possuem a faixa até 1.000 quilos.

O frete aéreo possui tarifa máxima estipulada pela IATA,.
O frete aéreo possui tarifa máxima estipulada pela IATA,

 

Portopédia
*Custo, Seguro e Frete

Tarifa para mercadoria especifica (specific commodity rates):
essa tarifa possui valor reduzido frente a tarifa geral, cada empresa possui a sua tabela, e é normalmente usada quando o embarque é contínuo e combinado.

Tarifa Classificada (class rates): é a tarifa aplicada que aplica um aumento ou uma redução percentual na tarifa geral. O acréscimo pode variar entre 10% e 200% para, por exemplo, produtos de alto valor agregado, animais vivos, ou cargas perigosas. A redução pode ser aplicada para produtos de relevante interesse social, como jornais e periódicos, quadros, etc.

Tarifa ULD (Unit Load Device): essa tarifa é aplicada em cargas unitizadas, onde o carregamento e o descarregamento serão realizados pelo remetente e destinatário da carga.


Calculo do Frete Aéreo

O frete aéreo assim como no marítimo, pode ter acrescido alguns adicionais como de combustível, de guerra e etc., dependendo de fatores como a condição do transporte ou ainda os locais que o voo fará escala.

No frete aéreo o cálculo não é cotado pelo peso ou cubagem da carga. No modal aéreo o frete é calculado pelo peso ou pelo volume da carga. O cálculo é feito seguindo a relação estipulada pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (International Air Transport Association), a IATA, e deve sempre corresponder no máximo a 6.000 cm3 de espaço ocupado na aeronave, salvo exceção. Quando a carga ocupar um espaço maior, o frete será calculado pelo seu volume. O pagamento do frete aéreo é sempre pelo maior valor de lucro proporcionado ao transportador.

Relação IATA (peso/volume): 1 kg = 6000 cm³ ou 1 ton 6 m³

Para descobrir se a carga possui maior volume ou peso, deve-se dividir o volume total da carga, que será encontrada a partir do resultado da multiplicação das medidas lineares, comprimento, largura e altura, por 6.000 [(C x L xA)/6000].

O frete aéreo diferente do marítimo é calculado em pelo peso (kg) ou pelo volume da carga.
O frete aéreo diferente do marítimo é calculado em pelo peso (kg) ou pelo volume da carga.

 

Notícias Corporativas

*Transporte aéreo de carga como parceiro essencial no combate à Covid-19

Conhecimento de Embarque aéreo

O frete aéreo pode ser negociado pelo agente de carga, ou, diretamente com o transportador. Em ambos os casos, é emitido o conhecimento de transporte, ou também conhecido como conhecimento de embarque que é o documento que comprova a contratação do transporte da mercadoria. Nesse documento estará contido as características da carga, aeroporto de origem e destino, frete aéreo, forma de pagamento e outros detalhes. Esse documento pode ser fornecido pelo agente de carga ou representante do transportador.

O conhecimento de carga no transporte aéreo é conhecido como Air WayBill (AWB). Quando se tratar de uma carga consolidada, será emitido dois conhecimentos, um representando a carga individual de cada embarcador, chamado de o House Air WayBill (HAWB). Representando a carga consolidada é emitido o conhecimento de embarque .

Navegue mais pelo Portopédia: *Características do transporte aéreo de cargas

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente