Como aumentar o score

Sempre que é necessário solicitar um financiamento ou até mesmo um empréstimo, as instituições financeiras acabam realizando uma série de pequenas investigações sobre o solicitante.

Neste momento, além de muitos outros fatores, o Score é analisado.

Essa análise é feita para que a instituição financeira, seja ela bancos ou fintechs, não tome prejuízo ao longo do tempo pois, acredite, uma pessoa endividada também representa uma perda para o banco.

Dessa forma, neste artigo você vai encontrar 5 dicas incríveis de como ser bem avaliado pelas instituições e receber o crédito que você necessita.

Encurte o tempo que você teria lendo este artigo e baixe agora O E-book Guia Do Score Em 7 Dias que tem a solução completa para você aumentar o seu score de forma rápida!

 

5 Dicas para Aumentar o Score Rápido

Homem segurando um telefone e, sentado em um sofá e com o notebook no colo

Algumas práticas podem ser muito úteis para pessoas que querem achar meios de como aumentar o score de forma rápida.

Sendo assim, reunimos as 5 principais recomendações feitas por especialistas para você garantir um score mais alto no Serasa, SPC e Boa Vista.

 

1. Pague as contas em dia

Este é um ótimo indicador de que a pessoa consegue honrar todos os compromissos. Ou seja, passa a imagem para o mercado que o compromisso com as dívidas é seguido.

Para te ajudar nesse sentido, use a opção do débito automático do seu banco para que sua contas sejam automaticamente quitadas todos os meses. 

Outra dica é passar todas as contas para seu nome pois isso aumenta sua credibilidade perante as instituições de crédito.

 

2. Realize o cadastro positivo

Este cadastro tem como objetivo servir de controle e demonstrar para o mercado como é o seu comportamento como consumidor.

Além disso, com ele é possível visualizar detalhadamente todos os prazos cumpridos e também qual a situação financeira que a pessoa se encontra.

Com a utilização do cadastro positivo a avaliação do score é feita de uma forma muito mais precisa. 

 

3. Quite todas as suas dívidas

A dívidas possuem um grande impacto na avaliação do score. Por isso, o mais indicado antes de solicitar o empréstimo ou dar entrada no financiamento, é pagar todas elas ou então realizar a renegociação para que sejam quitadas o quanto antes.

Também é importante que você limpe seu nome pois pendências no seu CPF dificultará a aquisição de um score alto.

Então, quanto menos problemas tiver no seu nome, melhor será a imagem que você dará ao mercado.

 

4. Atualize seus dados cadastrais 

Essa atitude é bem simples de ser feita mas que pode trazer um impacto bastante positivo na sua pontuação.

Ao atualizar seus dados, como endereço, telefone e e-mail, mais confiável será seu cadastro e mais credibilidade você dará aos bancos, seguradoras e empresas de cartões de crédito.

Isso demonstra que você não está se escondendo das suas dívidas e que está disponível para conversar com as empresas que estiver negociando seu crédito.

 

5. Evite pedir muitos cartões de crédito por aí

A solicitação de diversos cartões pode mostrar às instituições que você está sem dinheiro.

Então, tente pedir o mínimo de cartões para os bancos e comece a centralizar em uma única agência.

Além disso, se ainda estiver com dificuldade para aumentar seu score, procure ajuda de um especialista em crédito.

A melhor recomandação nesse caso é baixar o E-book Guia Do Score Em 7 Dias onde o analista de crédito Guilherme irá te ensinar o melhor caminho para resolver os seus problemas de Score Baixo. 

 

A importância do Score

Moedas caindo na mão de alguém como foma de simbolizar a importância de ter as finanças em dia para ter um bom score

O acesso a informações é cada dia mais importante para as pessoas e isso não é diferente para as empresas. Para que um empréstimo seja concluído, é necessário que o perfil do solicitante seja favorável.

Essa avaliação é realizada para que ambas as partes sejam beneficiadas durante o processo. Dessa forma, todo o procedimento será muito mais seguro e eficiente, favorecendo os dois lados.

Quando uma pessoa se preocupa em manter seu score alto, isso ajuda a levar a uma sequência de práticas saudáveis financeiramente, o que, ao longo prazo, será muito benéfico.

Você ainda pode se interessar:

  1. Os 5 principais aplicativos para te ajudar a aumentar seu Score!

  2. Score Baixo: O que é, O que significa e Como resolver

 

Analisando o indicador

Analisando o indicador do Score em 30 dias

Como já disse, o Score é feito através de pontuação, dessa forma, pode ser montado um ranking. Ele é dividido em três partes:

  1. Score Abaixo de 300 pontos

  2. Score De 300 a 700 pontos

  3. Score Acima de 700 pontos

Pode parecer simples, mas é uma regra complexa e, por ser tão detalhada, a segurança do processo é aumentada.

Vamos analisar agora as três categorias de score e como as instituições financeiras as enxergam.

 

1. Score Abaixo de 300 Pontos (Alto Risco)

Se a sua pontuação está abaixo de 300 pontos, é melhor você começar a focar em como aumentar o score.

Esta pontuação é considerada muito baixa e as instituições vão entender que o cliente não é um bom pagador.

A taxa de inadimplência é alta o que implica uma falta de controle financeiro.

Desta forma, uma solicitação de empréstimo e conquista de um financiamento podem até ocorrer, mas será muito mais difícil, e as taxas de juros serão muito altas.

O mesmo serve para a solicitação de um cartão de crédito. O score também atua neste segmento e pode ser um complicador no processo onde as taxas e juros serão maiores para clientes que possuem score abaixo da média.

 

2. Score 300 a 700 Pontos (Médio Risco)

Aqui, a situação já um pouco melhor, digamos que está dentro da média do aceitável.

A solicitação de crédito pode ser um pouco mais fácil, mas a empresa ainda irá entender que existem riscos para ela.

Nesta faixa de pontuação algumas condições especiais e taxas de juros mais convenientes e atrativas podem ser mais facilmente adquiridas.

Por mais que o processo seja um pouco mais longo, com negociação é possível conseguir.

Mas, para os que estão nesta faixa de avaliação, com um pouco mais de foco e planejamento é possível aumentar o score ainda mais.

 

3. Score Acima de 700 Pontos (Baixo Risco)

Na parte mais alta da escala, estão as pessoas que possuem a melhor avaliação e com isso mais facilidades na hora de conquistar um empréstimo ou dar sequência a um processo de financiamento.

Essas pessoas são avaliadas como sendo de baixo risco de inadimplência e isso foi conquistado ao longo do tempo, através de pagamentos feitos nas datas corretas, renda fixa mensal e alguns outros fatores.

A negociação dos créditos será muito mais ágil para pessoas com mais de 700 pontos de score, fazendo com que todo o processo seja mais fácil e com menos burocracia.

Mas, é importante ressaltar que não é apenas o Score que é avaliado durante um pedido de empréstimo ou financiamento, outras avaliações são feitas. A alta pontuação não garante automaticamente o acesso ao crédito.

 

Como está seu Score hoje?

Mulher fazendo o cálculo das despesas usando uma calculadora sobre uma mesa marrom

Aumentar o score não é um problema muito grande, basta possuir controle financeiro e planejamentos mais precisos.

Com isso, além de aumentar o score, a parte financeira estará ajustada.

O score pode ser um critério de avaliação muito importante, mas lembre-se, ele não será o único.

As boas práticas financeiras irão influenciar bastante nas taxas de juros que irão ser concedidas e também no número de parcelas para o pagamento.

Um score alto te permite realizar muitos sonhos, desde conseguir um cartão de crédito até financiar aquela casa ou carro dos sonhos.

E, para isso, nada melhor do que um Guia Passo a Passo de Como Aumentar Seu Score de Crédito Para Até 850 Pontos Em Apenas Uma Semana.

Ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão sobre o Score e deseja compartilhar? Deixe o seu comentário!

 

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente