No caso depaíses com dimensões continentais como o Brasil o transporte rodoviárioapresenta-se como um dos mais flexíveis e ágeis no acesso às cargas, pois,possibilita interagir diferentes regiões, mesmo as mais remotas, assim como oslugares mais ermos dos países. Cabe mencionar que esta praticidade torna-se maisvisível no caso de não haver outros modais a disposição nestes pontos.

Outraqualidade de grande valia desta modalidade é a simplicidade de seu funcionamentoe a rapidez de sua disponibilidade quando exigida pelo embarcador.

Em breverelato passamos, pois, a enumerar as qualidades que fazem do transporterodoviário um dos mais utilizados no Brasil:

             - Agilidade e rapidez na entrega da mercadoria em curtos espaços apercorrer;

             - A unidade de carga chega até a mercadoria, enquanto nos outrosmodais a mercadoria deve ir ao encontro da unidade de carga;

             - Vendas que possibilita a entrega na porta do comprador;

             - Exigência de embalagens a um custo bem menor;

             - A mercadoria pode ser entregue diretamente ao cliente sem queeste tenha que ir buscá-la;

             - Uma movimentação menor da mercadoria, reduzindo assim, os riscosde avarias.

Asqualidades acima enumeradas são apenas algumas das vantagens que este modalapresenta em relação aos demais, basta uma perfunctória análise e certamentepoderemos encontrar mais.

Conformeventilado, assim como o modal em destaque traz vantagens em sua utilização,carrega consigo algumas desvantagens, tais como:

             - Seu custo de fretamento é mais expressivo que os demaisconcorrentes com próximas características;

             - Sua capacidade de tração de carga é bastante reduzida;

             - Os veículos utilizados para tração possuem um elevado grau depoluição ao meio ambiente;

             - A malha rodoviária deve estar constantemente em manutenção ou emconstrução, gerando custos ao erário ou a contribuinte, visto que, existemestradas privatizadas que cobram pedágio.

 

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente