A 2ª e 3ª Rodadas do Pré-sal estão marcadas para o dia 27 com um total de 16 empresas habilitadas, sendo 14 delas estrangeiras.

                                         Imagem

Leia também

Fomentando cadeias logísticas portuárias integradas e mais produtivas

A segunda rodada ofertará áreas unitizáveis (adjacentes a campos ou prospecto cujos reservatórios e estendem para além da área concedida). São elas: Gato do Mato, Carcará, Tartaruga Verde e Sapinhoá. A terceira negociará áreas relativas aos prospectos de Pau Brasil, Peroba, Alto de Cabo Frio-Oeste e Alto de CaboFrio-Central.

Oito empresas estão habilitadas tanto para a segunda, como para a terceira rodada: Petrobras, Exxon Mobiul, Petrogal, Petronas, Shell, Statoil, Total e Chevron.
No leilão da terceira rodada entram as chinesas CNODC E CNOOC, a espanhola Repsol, a colombiana Ecopetrol, a catari QPI e a britânica BP.

A Petrobras optou por ser operadora com participação de 30% no bloco unitizável ao Campo de Sapinhoá (Entorno de Sapinhoá), da segunda rodada, e com 30% nos blocos de Peroba e Alto de Cabo Frio-Central, da terceira rodada.

Após apregoar todos os blocos na sequência prevista no edital do certame, a Comissão Especial de Licitação (CEL) da Agência Nacional de Petróleo (ANP) poderá reabrir o prazo para apresentação de ofertas dos blocos que não tenham recebido nenhuma oferta.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

O que você achou? Comente