O Governo de Minas, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), concluiu a pavimentação do segundo maior trecho do Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios (ProAcesso). Trata-se do acesso ao município de Chapada Gaúcha, na região Noroeste do Estado, com 94,5 quilômetros de extensão. A rodovia pavimentada liga os municípios de Arinos e Chapada Gaúcha, e demandou aporte de R$ 60 milhões em recursos.

Na avaliação do diretor geral do DER/MG, José Élcio Santos Monteze, o ProAcesso vem atingindo seu objetivo na medida em que oferece mais acessibilidade aos moradores dos municípios beneficiados pelo programa, contribuindo decisivamente para o desenvolvimento econômico e social das cidades.                                     

Com o final das obras de pavimentação, o DER trabalha nos próximos dias nas obras complementares no trecho, com a execução de drenagem e sinalização vertical e horizontal.

Balanço do programa
O programa ProAcesso já pavimentou 5.022 quilômetros de rodovias (92%) desde 2004, com a conclusão de 201 trechos (89%). O maior trecho atendido pelo programa é Formoso, com 122,9 quilômetros de extensão, dos quais 74 já estão pavimentados.

O ProAcesso já atendeu diretamente a cerca de 1,2 milhão de pessoas com um investimento R$ 3,6 bilhões. Prevendo a pavimentação e a ligação dos acessos rodoviários aos municípios, o programa tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento socioeconômico de cidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e precária conexão com a rede viária principal, por meio da melhoria e pavimentação da infraestrutura rodoviária de acesso.

Comunidade destaca os benefícios da pavimentação
Para o presidente da Cooperativa Pioneira de Chapada Gaúcha (Cooapi), Vanir Antonio Borgetti, a conclusão do asfalto ligando Chapada Gaúcha a Arinos, que por sua vez liga Chapada Gaúcha a Belo Horizonte e a Brasília, é um dos projetos mais importantes que o município já recebeu na sua história, pois a cidade é uma grande produtora de grãos de soja, milho e também de sementes de capim. Por ano são produzidas mais de 60 mil toneladas de grãos, segundo dados da Cooapi.

A mesma opinião é compartilhada pelo prefeito da cidade, José Raimundo Ribeiro Gomes. Segundo ele, pelo isolamento do município, tudo que era produzido era vendido mais barato e na compra dos insumos tudo era adquirido mais caro, devido ao alto valor do frete cobrado por causa da precariedade das estradas.

O prefeito destaca, ainda, o potencial turístico do município, que está localizado no maior parque nacional do cerrado (Parque Nacional Grande Sertão Veredas) e também das reservas estaduais Serra das Araras e Veredas do Acari. “A ligação asfáltica contribuirá muito para a melhoria da qualidade de vida dos chapadenses, pois, naturalmente, a população terá mais acesso a educação (universidades) e também terá melhor atendimento na saúde, contribuído assim para o aumento do IDH e superando a pobreza e a miséria”, destacou.

Fonte: Agência Minas

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s