O transporte possibilita o descolamento de bens, mercadorias e pessoas entre dois pontos, portanto é uma atividade extremamente necessária nos dias atuais para o pleno desenvolvimento da sociedade. Todavia, estas ações sempre implicam em alguns efeitos dos quais são chamados de impactos e quando estes impactos são associados ao meio ambiente tendem a ser negativos.

De uma forma geral os impactos ao meio ambiente em função do transporte podem ser divididos em:

Consumos de recursos naturais: por exemplo; petróleo, álcool, borracha e metais para fabricação do veículo, entre outros.

Impactos negativos sobre a vida das pessoas: poluição (ar, sonora, visual), acidentes de trânsito e qualidade nos deslocamentos (congestionamento), entre outros.

Em ambos os casos existem custos relativos aos consumos e impactos e a consequência dos mesmos sobre as pessoas, sendo de extrema importância que os impactos sejam amenizados com atividades relacionadas à diminuição das ações que causam estes.

A experiência internacional de estudos de impactos do transporte no meio ambiente já é bastante presente, sendo que, proporciona subsidio para novas análises e possibilitam justificativas para atuações preventivas e mitigadoras visando à ótima gestão do meio ambiente.

Um exemplo do combate aos impactos gerados pelo transporte é a uso cada vez mais comum de veículos elétricos que fazem parte do grupo denominado Zero-Emissão. Estes veículos possuem um meio de geração de movimento não poluente. Assim não emitem quaisquer gases nocivos para o ambiente, nem geram ruído considerável.


Figura 1 – Caro elétrico menos poluente

Para vários tipos de impactos ambientais no transporte, existem condições tecnológicas e consciência coletiva da necessidade de aplicação dessas técnicas, mediante planos, programas e projetos com o objetivo de combater a poluição gerada pela irresponsabilidade coletiva de raízes históricas e culturais da nossa comunidade.

A comunidade mundial precisa evoluir de uma vontade social para uma vontade política ambiental onde as decisões não são tomadas por interesses pessoais, mas em função do bem estar de todos. Assim poderemos cada vez mais usar as tecnologias a nosso favor diminuindo os impactos ambientais e consequentemente nos permitindo ter qualidade de vida.

Referência
VASCONCELLOS, Eduardo Alcântara de. Transporte e meio ambiente: conceitos e informações para análise de impactos. São Paulo: Edição do Autor, 2006.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s