O quadro de diretores da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) será mudado no dia 28, quando ocorre a assembléia geral extraordinária do conselho de administração da empresa. O nome mais cotado para substituir o atual presidente da Codesp, José Carlos Mello Rego, é o do vereador paulistano Antonio Carlos Rodrigues (PL), ligado ao ex-deputado federal Valdemar da Costa Neto. Já para o lugar do presidente do conselho da estatal, Danilo de Camargo, é apontado Paulo de Tarso Carneiro, diretor do Ministério dos Transportes e membro do conselho de administração do porto do Rio.

A convocação, feita por determinação do Ministério da Fazenda, ocorre na sequência da suspensão do aditivo contratual entre a estatal e a Libra Terminais, cujos termos provocaram uma cisão interna na diretoria da Codesp. Do total de quatro membros, três diretores manifestando-se contra o documento, enquanto ao presidente assumiu sozinho a defesa do aditivo. Representantes da Controladoria Geral da União, vindos de Brasília, começaram a analisar a documentação a respeito do aditivo.

Ouvido pelo Valor, Camargo esquivou-se de revelar o propósito específico da assembléia. Afirmou, mesmo assim, um "já sei até quem é", referindo-se as mudanças e chegou a admitir que também que possa haver alterações na diretoria executiva da empresa. O conselho é composto por seis membros, três dos quais indicados pelo governo federal.

Fonte: Valor Online

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente