Dois leilões de apoio para escoamento de 107 mil toneladas arroz acontecem na quarta-feira (4). Serão negociados 90 mil toneladas de Prêmio para Escoamento de Produto (PEP), dentre as quais 75 mil toneladas são para o Rio Grande do Sul e 15 mil para Santa Catarina. Para Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro), 17 mil toneladas de arroz serão ofertadas, sendo 15 mil toneladas em apoio aos produtores gaúchos e 2 mil aos catarinenses.

                                           Imagem

Leia também

Porto do Açu pede isonomia, celebra ZPE e serviço door to door

No PEP, as indústrias de beneficiamento e comerciantes recebem o prêmio após comprovar a compra do produto pelo preço mínimo e o escoamento para os destinos estabelecidos. No Pepro, o prêmio vai ao produtor ou cooperativa que venda o produto pela diferença entre o preço mínimo e o valor do Prêmio Equalizador arrematado, e que comprove o escoamento nas condições exigidas.

Os participantes do Pepro devem estar inscritos no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais (Sican) incluindo os que o fazem por cooperativas. Já no caso do PEP, a compra do produto pela indústria ou comerciantes de cereais deve ser feita por produtores com registro no sistema.

O valor dos prêmios será divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) até dois dias antes do certame. O produto arrematado no pregão não poderá ter como destino os estados da região Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Maranhão, Piauí, Tocantins, Rondônia e Pará.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente