• Ações contra o Portus se multiplicam e Sindicato do Pará sai na frente

    O aumento triplica os valores pagos por eles e pelas patrocinadoras - companhias docas e outras administradoras portuárias. O Portus está sob intervenção federal desde agosto de 2011 e o atual déficit gira em torno de R$ 3,5 bilhões

  • Assinado acordo de reconstrução do Portus

    O acordo definido como a reconstrução do Instituto de Seguridade Social (Portus) foi assinado, em 2 de abril último, entre a Secretaria de Portos, 14 patrocinadoras e 20 sindicatos e associações nacionais.

  • Audiência pública sobre déficit no Portus será realizada dia 26 de junho

    O encontro acontece a partir das 14 horas no Anexo II da Câmara, em iniciativa do deputado federal João Paulo Tavares Papa (PSDB-SP). Sob intervenção federal desde 2011, o atual déficit do Portus é de cerca de R$ 3,5 bilhões

  • Bolsonaro, Maia, Moro: irregularidades no Portus precisam ser investigadas

    O blog do jornalista do Portogente, Bruno Merlin, expõe o papel aniquilador do Portus pela União com os interventores desde agosto de 2011 e do atual, Luis Gustavo da Cunha Barbosa, que se abotoou no cargo, desde maio de 2016, em desrespeito à imposição legal de seis meses prorrogáveis por mais seis.

  • Codesp acende luz no túnel do caso Portus

    Ao menos acendeu luz sinalizando saída para os funcionários da Codesp vítimas da falência do Portus – Instituto de Seguridade Social dos empregados das administrações portuária.

  • Concessão de serviços, pagamento ao Portus e abertura de capital estão nos planos da Codesp

    A direção da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) anunciou, durante a Intermodal South America - maior evento de logística do continente americano - as intenções de conceder pacotes de serviços à iniciativa privada, agilizar o lançamento de editais para arrendamento de quatro áreas, reduzir o passivo do Portus, melhorar a eficiência de compliance da estatal e, até mesmo, estudar a abertura de capital por meio de uma Oferta Pública Inicial (IPO) de ações ao mercado

  • Líder dos portuários reclama de ataques às Docas e ameaça setor de greve

    O presidente da Federação Nacional dos Portuários (FNP), Eduardo Guterra, está preocupado e indignado com as recentes propostas de privatização das companhias docas do País. De acordo com ele, está claramente configurado um ataque a essas empresas públicas, listando recentes demissões, acordos coletivos irregulares e o aumento substancial de contribuição do Portus

  • Liquidação do Portus e privatizações são temas de encontro com Rodrigo Maia em Brasília

    A situação pré-falimentar do Portus, o Instituto de Seguridade Social da categoria dos portuários, e os estudos para privatização de importantes portos brasileiros, como os de Santos e Vitória, serão pautas de encontro com o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcado para a manhã desta terça-feira, dia 22 de outubro

  • Ministério garante aportes de companhias docas ao Portus e alega que valores serão divulgados em momento oportuno

    O Ministério da Infraestrutura garantiu aportes por parte das companhias docas dos Estados de São Paulo (Codesp), do Espírito Santo (Codesa) e da Bahia (Codeba) para dar continuidade ao pagamento dos benefícios. "Os valores estão sendo ultimados e serão divulgados no momento oportuno", explicou a assessoria de imprensa do Ministério e a gerência de Comunicação Corporativa da Autoridade Portuária de Santos

  • Para salvar o Portus

    Preocupada com a crescente ameaça de liquidação do Instituto de Seguridade Social Portus depois que algumas administradoras portuárias estatais declinaram do plano de recuperação da entidade, a direção do Sindicato dos Empregados na Administração Portuária (Sindaport) encaminhou

  • Participantes do Portus podem pagar 200% a mais por erros da administração

    Devido ao déficit contraído ao longo de sua existência, o Portus está sob intervenção federal desde agosto de 2011. O déficit, segundo as apurações do Ministério, foram causadas por equívocos na gestão do plano e por dívidas da extinta Portobrás e das atuais patrocinadoras do fundo de pensão

    portuscapa

     

  • Portuários fazem ato público no Rio e protestam contra apadrinhamento político

    Desgastados com tantos anos de privilégios para poucos e falta de critérios para muitos, o Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Portuários dos Portos do Estado do Rio de Janeiro realizou nesta terça-feira, 3 de abril, um ato público em repúdio ao apadrinhamento político na Companhia Docas local 

  • Portuários fazem protesto no Rio e exigem que Governo Federal honre dívida com Portus

    Vídeo produzido pelo Portogente mostra imagens do protesto realizado por integrantes do Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Portuários dos Portos do Estado do Rio de Janeiro, em 19 de março, exigindo do Governo Federal que honre a dívida com o Portus

  • Portuários pedem a Padilha prorrogação do aumento do Portus

    Padilha, segundo os sindicalistas, escutou atentamente as ponderações feitas pelos representantes dos trabalhadores, e afirmou que, apesar da questão ser de responsabilidade do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, trabalhará para atender o pleito inicial da Federação de prorrogar por 90 dias a aplicação do aumento da contribuição dos assistidos e dos participantes

  • Portus e o acordo entalado na garganta dos portuários

    A Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara de Deputados através dos fundos de pensão Petros, Funcef, Previ e Valia, mostrou os rombos causados a esses institutos pelo loteamento político das estatais e decisões de investimentos que trouxeram prejuízos, que se revelaram casos de polícia e geraram contribuições extraordinárias.

  • Portus: chamem a Polícia Federal

    É muito grave a situação do Instituto de Seguridade Social - Portus, o fundo de pensão dos portuários, anunciada por seu interventor. Por uma história com tantos casos de intervenções no fundo e com aquisições patrimoniais não bem explicadas, talvez fosse o caso de se fazer uma investigação pela Polícia Federal.

  • Portus: Sindaport contesta publicação de Portogente, defende empenho de interventor, destaca ações na Justiça e alega trabalhar para salvar plano

    Avaliada como injusta por este veículo, a solução aprovada por entidades representativas de vários estados brasileiros foi tema de publicação neste blog, como é possível neste link. O Sindaport respondeu à publicação em seu site oficial e reproduzimos abaixo o texto na íntegra

  • Portus: solução injusta ameaça contribuintes e privatização de Autoridades Portuárias no Brasil

    Nos últimos anos foram propostos diversos malabarismos contábeis com o objetivo de equacionar as contas do Instituto de Seguridade Social Portus, o fundo de pensão dos portuários no Brasil. Atualmente, o déficit do fundo se aproxima de R$ 3,5 bilhões, valor que ameaça de liquidação o plano e coloca em risco a previdência complementar de milhares de contribuintes. A situação deficitária, entretanto, só ocorreu pela falta de pagamento por parte das companhias patrocinadoras, já que os contribuintes continuaram tendo suas cobranças descontadas em folha ininterruptamente

  • Rodrigo Maia recebe portuários e busca evitar liquidação do Portus junto à Previc

    Após receber parlamentares e líderes portuários em Brasília nesta terça-feira, 22 de outubro, o presidente da Câmara e deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) comprometeu-se em dialogar com a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) para evitar a liquidação do Portus, o instituto de seguridade social da categoria

  • Sindaport vai à Justiça em defesa dos participantes do Portus em Santos

    Nesta quarta-feira (11), os advogados do Sindaport, Cleiton Leal Dias Júnior e Eraldo Aurélio Franzese ingressaram no Tribunal de Justiça de São Paulo com uma Ação Civil Pública contra o Portus. A ação foi distribuída na 10º Vara Cível de Santos, na qual foi nomeado o juiz José Alonso Beltrame Júnior