Da Infraero

A Infraero apresentou nesta quarta-feira (27/4) as linhas de trabalho para reativação do Terminal de Passageiros 1 do Aeroporto de São Luís (MA) e destacou que até agosto as atividades de embarque e desembarque, que ocorrem provisoriamente nos Módulos Estruturados, retornem ao prédio principal.

A afirmação foi feita pelo superintendente da Regional do Norte, Paulo Roberto Pereira da Costa; e pelo superintendente do Aeroporto, Hildebrando Coelho Correia, durante audiência pública na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados.

Ao todo, R$ 4,5 milhões serão investidos no serviço de recuperação da estrutura, cujos projetos já foram iniciados. “Essa linha de trabalho permitirá a execução do serviço de forma ágil e segura, o quer possibilitará a oferta adequada de infraestrutura aos passageiros e usuários do aeroporto”, explicou.

No encerramento, Paulo Roberto informou aos parlamentares que as obras para reforma e ampliação do Aeroporto Marechal Cunha Machado continuam no planejamento da Infraero. Também participaram da audiência representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec).

Parlamentares visitam Aeroporto de São Luís

Um grupo de parlamentares visitou nesta terça-feira (26/4) o Aeroporto de São Luís/Marechal Cunha Machado, com o objetivo de verificar o andamento das melhorias no Terminal de Passageiros. Na oportunidade, eles também conheceram o planejamento para reestruturação da área interditada e a estrutura provisória para as áreas de check-in, pré-embarque, embarque e desembarque de passageiros.

"Estamos cientes do impacto causado aos usuários pela interdição do Terminal, porém já adotamos providências diversas que visam minimizar esses transtornos”, destacou Paulo Roberto, que frisou que as operações aeroportuárias não sofreram nenhum impacto. “Algumas estruturas provisórias já estão em funcionamento e certamente conferem um bom nível de conforto aos usuários”, frisou o superintendente.

Melhorias

A Infraero vem apresentando uma série de melhorias no Aeroporto de São Luís/Marechal Cunha Machado (MA) e no Terminal provisório montado para a movimentação de passageiros. As adequações têm sido feitas desde a interdição total do aeroporto, em 24/3, com o objetivo de adaptar o aeroporto para a movimentação de passageiros e demais usuários até que as obras de reforma do atual Terminal fiquem prontas. 
 
Em 20/4, entrou em operação a estrutura provisória que funciona como área de embarque do aeroporto. Esse sistema estruturado possui 900m², com capacidade para comportar 600 passageiros, com climatização, 400 assentos, três telas de Sistema Informativo de Voo e sistema de som. 
 
Em 14/4, começou a ser utilizada a área provisória de desembarque do Aeroporto de São Luís. Essa estrutura funciona no antigo Terminal de Cargas da Vasp, um prédio de 650 m², e conta com climatização, assentos, duas esteiras de restituição de bagagens, máquina de bebidas, banheiros, Balcão de Informações Turísticas, estacionamento gratuito e locadoras de veículos e táxis. Também está disponível na área de desembarque o Sistema Informativo de Voos. 
 
A Infraero também entregou a estrutura provisória para ampliação da área de saguão do Aeroporto de São Luís em 5/4. O sistema estruturado que compõe o novo saguão é um espaço climatizado de 650 m², e dispõe de lanchonetes, revistaria e outras facilidades.   
     
O embarque está sendo realizado no saguão do prédio da Administração da Infraero (área já existente), onde 21 posições de check-in foram instaladas. A Infraero disponibilizou ainda uma área de pré-embarque de 300m², climatizada, com dois raios-x e pórticos, banheiros e 78 assentos. 
 
Vale destacar que, desde a interdição do Aeroporto de São Luís, a Infraero vem trabalhando no sentido de prestar informações aos passageiros – por meio de comunicados nas principais rádios e TVs da cidade, entrevistas e coletivas de imprensa – de modo a garantir à sociedade o acesso à informação e a transparência dos trabalhos realizados. 
 
Tarifa de embarque 
 
Em virtude da interdição do Terminal, a Infraero aplicou, desde o dia 28/3, desconto nos preços da tarifa de embarque doméstico praticados no aeroporto, que passou de R$20,66 para R$13,44. A medida, que deve vigorar enquanto durarem os trabalhos de reforma da cobertura do Terminal de Passageiros, se baseia na Resolução nº 180 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), de 25/1/2011. 
 
A redução dos preços beneficia, inclusive, os passageiros que realizaram o pagamento da tarifa antes da vigência dos novos preços, ou seja, antes de 28/3, para viagens a serem realizadas a partir desta data. Para devolução da diferença das tarifas de embarque, os passageiros devem procurar as empresas aéreas ou agências de viagem, responsáveis pela cobrança dessas tarifas. 
 
A redução de preços das tarifas de embarque do Aeroporto de São Luís está sendo realizada em caráter temporário, com base nos serviços e facilidades disponibilizados após a transferência das operações para o antigo Terminal de Passageiros e áreas adjacentes.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente