A Infraero recebeu do Departamento do Controle do Espaço Aéreo (Decea) o aceite da nova edição do Plano de Implementação do Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional (SGSO) na área de Navegação Aérea. O planejamento segue recomendação da Organização de Aviação Civil Internacional (Oaci) para os prestadores de serviços de navegação aérea, cumprindo também as regras estabelecidas pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) na Diretriz para Implementação de Sistemas de Gerenciamento da Segurança Operacional (DCA 63-3), publicada após o aceite da edição anterior do SGSO da Infraero.
 
O Plano de Implementação do SGSO define os critérios, políticas e responsabilidades para a gestão dos sistemas e processos de segurança operacional para a navegação aérea, envolvendo serviços de tráfego aéreo, meteorologia aeronáutica, informações aeronáuticas e telecomunicações aeronáuticas. O sistema atua proativamente, testando com antecipação resultados e possíveis problemas ou riscos gerados por medidas como implantação de novos procedimentos na rotina da navegação aérea e troca dos equipamentos utilizados no dia a dia da navegação aérea, por exemplo.
 
Nele, a Infraero detalha as ações e as estratégias adotadas em suas políticas de segurança e os procedimentos-padrão para reduzir ao mínimo possível o risco de acidentes aéreos, além de estabelecer as pessoas responsáveis por cada passo do programa de segurança. Este planejamento, além de servir como ferramenta para reforçar o cumprimento das recomendações e exigências das organizações internacionais de aviação, garante alta qualidade da segurança nos serviços de navegação aérea.
 
“O Sistema de Gestão Operacional de Segurança garante à Infraero um sistema de regras detalhado para a prevenção de acidentes nos serviços de navegação aérea na rede. Com ele, a Infraero pode identificar e reduzir ao máximo as possibilidades de risco, contribuindo para a prevenção de acidentes de forma ativa”, destacou Will Furtado, superintendente de Navegação Aérea da Infraero.
Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente